Economia: INVESTIMENTO ESTRANGEIRO NO BRASIL DOBRA E PAÍS É O 7° NO MUNDO EM CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Empresas estrangeiras aportaram US$ 58 bilhões (R$ 315,4 bilhões) em 2021. Valor representa o dobro quando comparado ao ano passado.

O Brasil subiu para a sétima classificação entre os países que mais atraíram Investimento Estrangeiro Direto (IED) em 2021.

De acordo com um estudo publicado pela Agência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad) nesta quarta-feira (19), a economia brasileira cresceu mais de 100%, tratando-se exclusivamente de investimento estrangeiro.

Em 2021, foram US$ 58 bilhões investidos no país (R$ 315,4 bilhões), ante U$$ 28 bilhões (R$ 152,2 bilhões) em 2020.

“O volume de IED para o Brasil se recuperou em 2021, voltando aos níveis médios de 2016-2019, em volta de US$ 60 bilhões (R$ 326,3 bilhões), o que mostra que o país continua a atrair investimentos estrangeiros”, constatou a pesquisa.

Em 2020, o Brasil tinha sido o oitavo maior destino de IED, ficando atrás de Tailândia e Luxemburgo. Agora, ao voltar à sétima posição, é superado por EUA, China, Hong Kong, Singapura, Reino Unido (que deu um salto) e Canadá.

Globalmente, o fluxo de IED em 2021 deu um forte salto em 2021, alcançando US$ 1,65 trilhão (R$ 8,97 trilhões), ou 77% a mais que os US$ 929 bilhões (R$ 5,05 trilhões) registrados em 2020, no auge da pandemia da COVID-19.

(Da Redação com Sputnik)

leave a reply