Segurança: RONE DO PARANÁ, VIRA BATALHÃO DA PM APÓS DECRETO

A companhia mais temida dos marginais, vira Batalhão de Polícia com decreto.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior, assinou um decreto na segunda-feira (01), criando o Batalhão de Polícia de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (BPRONE).

A RONE surgiu em 1992 quando o patrulhamento Tático Móvel foi transformado em Rondas Ostensivas de Natureza Especial. A RONE atua com viaturas de médio porte, guarnecidas com quatro ou cinco policiais militares, com armamentos e equipamentos específicos; possuindo forte capacidade de ação e reação, principalmente por meio de abordagens e buscas pessoais, na repressão e prevenção de crimes. A unidade atua ainda em controle de distúrbios civis, defesa e retomada de pontos sensíveis, escoltas, e outras atividades de manutenção da ordem pública.

Sonho Antigo

O desejo de ser um batalhão é antigo por parte dos policiais que fazem parte do grupo especializado em combater crimes violentos roubos executados por quadrilhas e gangues, latrocínio, extorsão mediante sequestro e tráfico de entorpecentes. O batalhão é definido como unidade militar, já a companhia é definida como uma subunidade militar. Isso ocorre devido ao grau hierárquico correspondente a cada uma dessas formações. Para formar um batalhão é necessária a união de três a cinco companhias.

 

(Da Redação com Tribuna do PR – Foto: Arquivo/Tribuna do Paraná.)

leave a reply