Necessidade: SETEMBRO AMARELO REFORÇA O ATO DE FALAR SOBRE SAÚDE MENTAL

Roda de conversa com servidores da segurança pública e da enfermagem marcou o encerramento da campanha, nesta sexta-feira (30).

Fatores que causam sofrimento, como problemas familiares e cobranças sociais, a importância de falar sobre a saúde mental e buscar momentos de felicidade. Esses foram alguns dos assuntos abordados durante uma roda de conversa com servidores da Guarda Municipal, Defesa Civil, agentes patrimoniais e servidores do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), na manhã desta sexta-feira (30).

O encontro, realizado no auditório da GM, marcou o encerramento do Setembro Amarelo, o mês de prevenção e combate ao suicídio. Ao longo do mês, foram mais de 120 ações desenvolvidas em colégios, unidades de saúde, instituições públicas e privadas, associações de moradores e órgãos de segurança – o maior número dos últimos anos em que a campanha é realizada.

Para o secretário de Segurança Pública, Marcos Antônio Jankhe, falar sobre o Setembro Amarelo é fundamental para que todos os servidores estejam atentos para buscar ou oferecer ajuda quando necessário.

“Palestras como essa são de suma importância e servem de alerta para a instituição, para que possamos ter consciência dos riscos e causas de uma doença como essa. Precisamos estar atentos, porque às vezes um colega de trabalho está tendo sintomas e podemos não perceber. É muito válido compartilharmos informações e experiências”, disse.

De acordo com o secretário, as ações preventivas são permanentes na Guarda Municipal, que disponibiliza atendimento psicológico para servidores e familiares. “Em dezembro também teremos uma programação com palestras motivacionais e trabalhos em grupo, visando aproximar os servidores. São ações que precisam acontecer sempre”, enfatizou.

Nas rodas de conversa realizadas ao longo do mês, os profissionais falam sobre as formas de acolher para prevenir e de como buscar ajuda ao primeiro sintoma de depressão. A importância da busca por pessoas importantes e momentos de prazer também é enfatizada durante o trabalho.

Encerramento

No dia 10 de outubro, a Secretaria da Saúde realizará um evento no auditório da Uniamérica para entrega de certificados a todos que contribuíram para a realização da campanha e apresentação dos resultados dos questionários aplicados durante os encontros.

O Setembro Amarelo é realizado pela Secretaria de Saúde, através da Diretoria de Saúde Mental, com apoio do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (COMUD), Conselho Regional de Psicologia (CRP), Centro de Valorização da Vida (CVV), Câmara Técnica da Rede de Atenção Psicossocial, Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Federal, Unila, Unioeste, UDC, Uniamérica, Sagrada Família, Associação Fraternidade Aliança (AFA) e Conselho Tutelar.

 

(Da Redação com AMN – Fotos: Thiago Dutra/PMFI)

leave a reply