Contrato do Ministério da Saúde prevê 42,5 milhões de doses até o fim de 2021 por meio do consórcio global Covax Facility.

O Brasil recebeu no fim de semana mais um lote de vacinas Covid-19 por meio do consórcio global Covax Facility. São mais de 4 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford para ampliar ainda mais a campanha nacional de vacinação, após o esforço do Governo Federal que conseguiu antecipar a entrega dessas doses para maio.

No sábado (01), foram entregues 220,8 mil doses e no domingo (02), mais 3,8 milhões de doses – as vacinas foram produzidas por uma fábrica da farmacêutica na Coreia do Sul. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e a representante da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, Socorro Gross, estiveram no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) para receber um dos lotes.

O Ministério da Saúde recebeu neste sábado (1º), 220 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca do consórcio Covax Facilit no aeroporto de Guarulhos em São Paulo.

Essa é a segunda remessa de vacinas que chega ao Brasil via Covax. A primeira, de pouco mais de 1 milhão de doses da AstraZeneca/Oxford, foi distribuída a todos os estados e Distrito Federal ainda em março. A aquisição foi feita pelo Fundo Rotatório da OPAS com recursos do Governo Federal.

Mais 4 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford e outras 842,4 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech são esperadas para o primeiro trimestre também por meio do consórcio. No total, o contrato do Ministério da Saúde com a aliança global prevê 42,5 milhões de doses até o fim de 2021.

SOBRE A COVAX

O Brasil é um dos quase 200 países que integram a iniciativa global, criada com o objetivo de fomentar o desenvolvimento e a produção de imunizantes contra a covid-19, permitindo o acesso justo e igualitário às vacinas através das parcerias com os laboratórios.

A aliança global Covax é coliderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pela Coalizão para Promoção de Inovações em prol da Preparação para Epidemias (CEPI) e pela Aliança Mundial para Vacinas e Imunização (Gavi), em parceira com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

(Da Redação com Agência Saúde)

 

By Editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *