Pandemia: ALEMANHA PRETENDE ‘LIBERAR’ OS JÁ VACINADOS DE RESTRIÇÕES SOCIAIS

São Paulo - O Aeroporto Internacional de São Paulo foi apontado como o melhor aeroporto do Brasil na categoria acima de 15 milhões de passageiros por ano, de acordo com Relatório de Desempenho Operacional dos Aeroportos (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Neste domingo (4), o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, afirmou que os cidadãos alemães totalmente vacinados em breve poderão desfrutar de alguns privilégios como, por exemplo, não ter mais que fazer quarentena.

A declaração foi dada em entrevista publicada pelo jornal Bild am Sonntag. Segundo Spahn, os alemães que foram totalmente vacinados serão tratados como cidadãos que tiveram teste negativo para o novo coronavírus. “As pessoas vacinadas poderão ir às compras ou ao cabeleireiro sem fazer o teste. Além disso, de acordo com o Instituto Robert Koch [órgão sanitário alemão], as pessoas totalmente vacinadas também não precisarão mais entrar em quarentena”, disse Spahn.

Ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, fala aos jornalistas sobre a COVID-19 em Berlim

O jornal acrescentou que tais planos se baseiam em descobertas recentes do Instituto Robert Koch e avaliadas pelo Ministério da Saúde. Segundo o instituto, pessoas totalmente vacinadas – a partir do 15º dia após a segunda dose de vacinação – apresentam baixo risco de transmissão do vírus.

A Alemanha estendeu suas medidas de restrições sociais até o dia 18 de abril. Conforme dados da Universidade Johns Hopkins, o país europeu é um dos mais impactados pela pandemia, com mais de 2,8 milhões de casos confirmados de COVID-19 até agora, e cerca de 77 mil mortes causadas pela doença. Segundo levantamento do site Our World in Data, cerca de 10 milhões de alemães já receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

(Da redação com SputnikNews)

Seja o Primeiro a comentar on "Pandemia: ALEMANHA PRETENDE ‘LIBERAR’ OS JÁ VACINADOS DE RESTRIÇÕES SOCIAIS"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*


%d blogueiros gostam disto: